Páginas

"Durma com ideias, acorde com atitude!"

Filho e seguranças de Benny Hinn são presos em Manaus por agredirem deficiente auditivo



Benjamin, foi detido no último sábado, 16/02, em Manaus, junto com uma dupla se seguranças sob a acusação de agredir um deficiente auditivo que tentou abraçar o evangelista.

O incidente ocorreu na Arena Povos da Amazônia, local onde foi realizado um evento com a presença de Benny Hinn e o apóstolo Renê Terra Nova, da igreja Ministério Internacional da Renovação (MIR).

O rapaz agredido foi identificado como Hestepheson Marques Araújo, um deficiente auditivo que seria blogueiro e membro da Assembleia de Deus. Essa informação foi levantada pelo Genizah, que localizou umblog editado por uma pessoa de nome semelhante ao do rapaz agredido. Neste blog, Hestepheson aparece numa foto vestido como o evangelista Benny Hinn.

Os acusados da agressão, Joshua Benjamin e os seguranças Caleb Andrew Shirk e Konstantins Konstantinovs foram detidos pela Polícia Militar por volta das 22h00. Os três teriam imobilizado Hestepheson e o levado para um contêiner no local do evento, onde a agressão com socos e pontapés teria sido feita.

Em depoimento à polícia, afirmaram que não sabia que o rapaz era surdo e mudo, e que tentavam conversar com ele para entender o motivo da tentativa de abraçar Benny Hinn. O consulado norte-americano em Manaus foi acionado para auxiliar os três.

De acordo com informações publicadas no site Portal do Holanda, foi feita uma proposta de acordo, para que a vítima não registrasse queixa mediante o pagamento de um valor em dinheiro.

Segundo o G1, a vítima não formalizou a acusação contra o trio: “Ele não quis registrar o boletim de ocorrência. Por esse motivo, não foi feito o Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO)”, afirmou o investigador Souza, que revelou ainda que o caso não será investigado.

Após prestarem depoimento, os três acusados foram levados para o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, para embarcarem de volta aos Estados Unidos.

Anteriormente, Joshua Benjamin Hinn já havia sido preso na Flórida por dirigir sob efeito de álcool e/ou drogas, segundo informações do site norte-americano Just Mugshots.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pelo seu comentário!
Sua participação dá solidez a esta proposta, no entanto preste atenção:

É EXPRESSAMENTE PROIBIDA A POSTAGEM DE COMENTÁRIOS DISCRIMINATÓRIOS, RACISTAS, QUE OFENDAM A IMAGEM OU A MORAL OU DESRESPEITEM A LEGISLAÇÃO EM VIGOR.

INFORMAMOS QUE O IP DE TODOS AQUELES QUE NÃO RESPEITAREM AS REGRAS DESTE BLOG, ESTÃO DISPONÍVEIS ATRAVÉS DOS SITES DE ESTATÍSTICAS, E SERÃO FORNECIDOS À JUSTIÇA, CASO SEJAM REQUISITADOS POR AUTORIDADE LEGAL.
M. Rocha