Páginas

"Durma com ideias, acorde com atitude!"

O Valor do Perdão e Os Irmãos Collyer





Aquele que não pode perdoar destrói a ponte sobre a qual ele mesmo deve passar.George Herbert








Permita-me começar esse artigo com uma ilustração triste e real sobre os irmãos Langley e Homer Collyer. Eles ficaram famosos por causa do compulsivo hábito de acumular objetos . Ambos eram adultos e considerados inteligentes: Langley formado em engenharia e Homer em advocacia. Após perderem os pais, se isolaram em um apartamento na cidade de Manhattan, Nova York, chegando a acumular a incrível marca de 140 toneladas de itens empilhados por todos os cômodos. Os vizinhos começaram a sentir falta dos irmãos e chamaram a polícia que logo constatou : Foram mortos pelos objetos que acumulavam, quando estes caíram sobre eles.

Eis as fotografias de como estava a residência dos irmãos Collyer após ser invadida por policiais. Tão cheia de lixo e detritos que se tornou um grave perigo para os ocupantes e equipes de emergência.





Sala de estar da morada dos irmãos Collyer






Policiais vistoriando as cargas empilhadas



O que essa história tem a ver com perdão? Se não perdoamos aos outros e a nós mesmos, acumulamos carga ao nosso espírito de forma que fica difícil caminhar com fluidez e felicidade. Rancor, mágoa, sentimento de vingança, culpa, podem nos conduzir a um estado tão pesaroso que corremos o risco de sermos mortos pelas próprias cargas que transformam nosso ser em um lugar cheio de lixo e detritos.

Salach, é a palavra hebraica mais comummente usada para definir o perdão na Bíblia ( Strong 05545), a tradução, é fantástica! " aliviar alguém de uma carga". Salach sempre se refere ao perdão de Deus para com os homens: "É Ele quem perdoa todas as tuas iniquidades e sara todas as suas enfermidades" Sl 103:2. Aleluia! Jesus usou Salach para dizer ao paralítico: "Homem, os teus pecados estão perdoados!" Lc 5:20 e outra vez se lê que Jesus É Aquele que remove nossas cargas nos dando descanso: "Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Mateus 11:28-29.

Assim, todas as vezes que nos sentirmos presos pelo jugo da culpa e da falta de perdão, recorramos a Cristo Jesus, na certeza de que seremos aliviados, perdoados, porque Ele é grandioso em misericórdia, a cada manhã renova seu estoque de perdão .Lm 3:22. Se nós nos movemos em toda sorte de limitações, Deus se move em milagres! No sacrifício da cruz, fomos reconciliados com Deus, através da Cruz fomos libertos do cativeiro do pecado. Mas é preciso ir até Jesus e não fazer como os irmãos Collyer que se isolaram na perigosa companhia de suas cargas. Penso que eles não ponderaram sobre o perigo que elas representavam, isso acontece conosco: não consideramos perigosas as "raposinhas" que criamos em nossas vinhas e somadas uma a uma, se transformam em toneladas!

Não creio que perdoar seja algo fácil, mas ao lembrarmos que Cristo nos capacita a fazê-lo, perdoar se torna um excelente negócio! Para que conviver com as cargas se podemos entregá-las para Jesus?! Em um dos Salmos, vemos Davi confessar que a carga da culpa estava minando sua saúde, tirando sua paz, até que ele decide ir a Deus e confessar suas mágoas. A partir dai, lhe é devolvida a alegria: Salmo 32: 1-4 diz: "Enquanto eu me calei, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido de todo o dia. Porque de dia e de noite tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de Estio. Confessei-te o meu pecado e a minha maldade não encobri: Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu coração”.

Pedir perdão a Deus é uma necessidade nossa. Perdoar quem nos feriu, é uma escolha que Deus nos atribui recompensa:

Mateus 6:12 - "Perdoa-nos os erros que fizemos, assim como nós perdoamos os erros que outros fizeram de nós."
Lucas 6:37 - "... Perdoem, e serão perdoados."
Mateus 6:14-15 - "Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, vosso Pai celeste também vos perdoará. Mas, se não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai não perdoará as vossas ofensas."

É isso queridos leitores. Espero em Deus que essa mensagem fique guardada em vossos corações para ser aplicada em tempo oportuno. Cada vez que alguém nos ferir ou que nós mesmos venhamos a nos sentir infelizes por algo de errado que praticamos, recorramos a Jesus: "Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo." I João 2:1-2. Lembremos da metáfora dos irmãos Collyer e não acumulemos cargas, elas podem ser o motivo de nossa ruína.

Deus os abençoe.

Wilma Rejane.
fonte;http://www.ubeblogs.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pelo seu comentário!
Sua participação dá solidez a esta proposta, no entanto preste atenção:

É EXPRESSAMENTE PROIBIDA A POSTAGEM DE COMENTÁRIOS DISCRIMINATÓRIOS, RACISTAS, QUE OFENDAM A IMAGEM OU A MORAL OU DESRESPEITEM A LEGISLAÇÃO EM VIGOR.

INFORMAMOS QUE O IP DE TODOS AQUELES QUE NÃO RESPEITAREM AS REGRAS DESTE BLOG, ESTÃO DISPONÍVEIS ATRAVÉS DOS SITES DE ESTATÍSTICAS, E SERÃO FORNECIDOS À JUSTIÇA, CASO SEJAM REQUISITADOS POR AUTORIDADE LEGAL.
M. Rocha