Páginas

"Durma com ideias, acorde com atitude!"

Autor de ‘Deixados Para Trás`critica previsão do fim do mundo



aírem na previsão de Harold Camping, que afirma ser 21 de maio o fim do mundo. Ele observou que isso “não é somente errado como também perigoso.” Ele disse também que a alegação de que Deus irá destruir o mundo em 21 de outubro “não é somente bizarra como é 100% errada!"

O ministro evangélico, Lahaye, 85, diz que pensa que a previsão de Camping não é correta porque de acordo com a Bíblia, “ninguém por Deus o Pai sabe ‘o dia e a hora’ que nosso Senhor irá voltar.”

“Ninguém sabe, nem mesmo os anjos no céu, mas meu Pai somente (Mateus 24:36). Essas palavras foram precedidas com o versículo 35, quando Ele também disse ‘Céus e terra passarão, mas minhas palavras nunca passarão.’

Camping e seus seguidores expuseram o dia do arrebatamento de 21 de maio nos outdoors e ônibus através do ministério Family Radio.

LaHaye relembrou o público que essa não é a primeira previsão infame de Camping.

“Ele, que aparece com uma data para o retorno de Cristo, assim como errou antes ele está errado agora,” escreveu Lahaye.

O nativo de Michigan concluiu que ao invés de focar em premissas absurdas, tudo o que Deus quer que as pessoas façam é “viver todo o dia como se Cristo viesse hoje. Foque no hoje e viva pelo Evangelho de Cristo. Esse é o “grande lema para a vida diária”.

Lahaye ainda enfatiza: “Porque um dia isso vai acontecer e nós não sabemos quando, mas não queremos que você seja deixado para trás!”





Fonte: Christian Post

Roubo de cabelo no ônibus

Um homem cortou e roubou o cabelo de uma evangélica de 28 anos dentro do ônibus na altura de um terminal em Jardim Novo Mundo, em Goiânia. Segundo reportagem da rádioCBN, o assaltante teria se impressionado com o tamanho do cabelo da mulher.

O suspeito não foi localizado. De acordo com a reportagem, o homem poderia ter intenções de vender o cabelo, pois cada 100 g renderiam R$ 80.

Em 2007, um caso semelhante aconteceu no Rio de Janeiro. Uma vendedora teve seus cabelos, que iam até a cintura, roubados dentro de um ônibus na volta do trabalho. Três homens entraram no coletivo no mesmo ponto que ela, seguraram seu cabelo, fizeram um rabo de cavalo e o cortaram rente ao couro cabeludo. Em seguida, o trio tomou a bolsa dela e fugiu.