Páginas

"Durma com ideias, acorde com atitude!"

Breve história da ortografia portuguesa


No bairro da ortografia os meninos   encontraram  uma dama de origem grega, que  tomava conta de  tudo.

- Bom dia, minha senhora! – disse   Quindim  fazendo  uma  saudação de cabeça muito desajeitada. – Trago  aqui  sobre o meu  lombo  dois meninos e  uma   boneca, que desejam conhecer a   vida deste bairro.

- Às ordens! – exclamou a  grega. – Desçam  e venham  ver  como lido  com letras, na  formação das  palavras.


(…)


Narizinho teve a   idéia de inquirir por que  motivo  ela  se   chamava Ortografia.


- Meu   nome  é  grego e   formado de   duas palavras  gregas _  Orthos  e  Graphia. Orthos quer  dizer “correta” e  Graphia  quer  dizer “escrita”. Sou, portanto, a   Escrita  Correta, ou a   que  ensina  a  escrever  corretamente.


(…)


Em seguida, falou de  sua   vida ali.


- Antigamente o sistema  de escrever  as palavras era o  Sistema  Etimológico, o qual  mandava  escrevê-las de acordo  com a  origem. Isso  trazia  muitas   dificuldades. Por esse  sistema, a palavra  Cisma, por exemplo, escrevia-se Scisma, com  uma  letra  inútil, mas   justificada pela  origem. Ditongo escrevia-se Diphtongo. De modo  que havia  uma   enorme   trabalheira entre os  homens  para decorar a  forma correta  das palavras.


(Monteiro Lobato.   Emília no país da gramática)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pelo seu comentário!
Sua participação dá solidez a esta proposta, no entanto preste atenção:

É EXPRESSAMENTE PROIBIDA A POSTAGEM DE COMENTÁRIOS DISCRIMINATÓRIOS, RACISTAS, QUE OFENDAM A IMAGEM OU A MORAL OU DESRESPEITEM A LEGISLAÇÃO EM VIGOR.

INFORMAMOS QUE O IP DE TODOS AQUELES QUE NÃO RESPEITAREM AS REGRAS DESTE BLOG, ESTÃO DISPONÍVEIS ATRAVÉS DOS SITES DE ESTATÍSTICAS, E SERÃO FORNECIDOS À JUSTIÇA, CASO SEJAM REQUISITADOS POR AUTORIDADE LEGAL.
M. Rocha