Páginas

"Durma com ideias, acorde com atitude!"

Carta de renúncia de Silas Malafaia da CGADB revela os motivos do desligamento. Confira a carta na íntegra



A carta de Silas Malafaia com os motivos da saída da CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil) e consequente renuncia do cargo de vice-presidente da instituição foi finalmente revelada.

Disponível apenas para pastores conveniados a CGADB, o documento em carater judicial relata de forma oficial os motivos que levaram o Pastor Silas Malafaia a deixar a instituição após receber cerca de 6000 votos na última eleição. Silas Malafaia faz graves acusações conta a CGADB, afirma que há um “descalabro administrativo-financeiro” e credita sua saída apenas a isso.

O presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo afirmou que a Convenção Geral das Assembléias de Deus do Brasil tem o nome sujo em diversos “órgãos de proteção ao crédito, padecendo até mesmo da suspensão de cheques para as contas bancárias da mesma e esteja, atualmente, com diversos tributos em aberto e não pagos”, segundo o pastor.

O Pastor Silas afirmou que fez diversos protestos e que não quer se ver envolvido com o que estaria acontecendo na CGADB.

CGADB rebate em nota oficial as acusações de Silas Malafaia e de ex tesoureiro. Leia na integra



Com status anunciado por alguns como “crise” e “ruinas” a Convenção Geral das Assembléias de Deus do Brasil (CGADB) em pleno centenário foi alvo e inúmeros atentados a sua idoneidade, ética e finanças. Após muitas polêmicas e acusações feitas pelo ex tesoureiro Antônio Silva Santana, pelo ex vice presidente Silas Malafaia e outros membros da instituição, a CGADB resolveu se pronunciar. Por meio de nota oficial rebateu as acusações e explicou o que seriam as supostas pendências financeiras que a Convenção teria.
Assinada pelo Presidente José Wellington, a nota oficial da CGADB sobre os supostos problemas financeiros você confere na integra abaixo: