Páginas

"Durma com ideias, acorde com atitude!"

Os discípulos no Getsêmani vigilância

Os textos de onde tiraremos nossas lições encontram-se em MT 26: 36-43 e MC 14: 32-40, sendo que este último trata da mesma narrativa.
Iremos observar que estas passagens refletem o estado em que se encontram um grande número de cristãos, o estado de SONOLÊNCIA.
Observemos alguns detalhes nestes textos:
- Havia um certo clima de tensão no ar, eles podiam pressentir que algo estava para acontecer, foram advertidos de que o inimigo estava por perto, de modo sorrateiro e ameaçador.
- Jesus lhes advertira solenemente: "Ficai aqui e vigiai comigo".
- Jesus afasta-se dos discípulos, mas eles sabiam que Ele voltaria...
- Depois de se afastar deles um pouco, Jesus volta e encontra todos eles dormindo.
- Porém em MT 26: 43 e MC 14: 40, encontramos uma revelação surpreendente: _" OS SEUS OLHOS ESTAVAM PESADOS"_ . Esta revelação, além de surpreendente, é também uma advertência !!

Temos visto muitos cristãos, tanto "leigos" quanto "líderes", que se encontram no mesmo estado !
A expressão _"olhos pesados"_ refere-se àquele estado de sonolência em que as pálpebras tendem a se fechar, o estado de vigilância vai diminuindo, enquanto lutamos para manter os olhos abertos, enquanto dispendemos um grande esforço para nos mantermos acordados.

Pergunte a alguém que tenha se afastado do Evangelho, quais as razões que o levaram a se afastar; ele dirá diversas coisas, mas raramente dirá algo concreto e convincente. Sabe por quê ?? Porque tudo começou com um estado de sonolência !...
Pergunte a alguém que tenha se envolvido em um acidente de trânsito por ter passado por um breve cochilo, como foi que aconteceu... Ele dirá que se lembra de praticamente nada... Estava dirigindo num trecho tranqüilo, quando de repente acordou num hospital !
Na nossa carreira espiritual não é diferente, corremos o mesmo risco! E que risco sério! Pois, o risco pode envolver o lugar onde iremos acordar para a eternidade !

Os textos em análise afirmam- nos que quando Jesus os encontrou dormindo pela primeira vez, censurou a falta de vigilância deles, e os advertiu acerca da necessidade de duas coisas: VIGIAR e ORAR.
Acerca da oração, não há o que comentar, visto que grande quantidade de livros têm sido escritos sobre o assunto. Muitas são as mensagens que se ouve acerca da necessidade de orar. Então qual é a falha ??
Permita- me a ousadia de afirmar: _A falha é que pouco se prega e pouco se ensina em muitas de nossas igrejas acerca da necessidade de VIGIAR !
Lembro- me de algumas vezes que participamos de vigílias e que alguém acabava dormindo. Isto levou- me à seguinte conclusão: É possível orar sem vigiar, mas é quase impossível vigiar sem orar! Será por isso que Jesus emprega o verbo "vigiar" primeiro ??

SONOLÊNCIA x VIGILÂNCIA

Retomando nossa análise dos textos já mencionados, observamos que Jesus censurou aqueles discípulos pela falta de vigilância , e acredito que também censuraria hoje, um grande número de cristãos pelo mesmo motivo. As mensagens sobre a importância de se vigiar são escassas ! Porém, o único modo de se vencer o estado de sonolência espiritual é por meio da constante vigilância.
Vamos falar um pouco sobre a situação dos "olhos pesados".
Quem já passou por um estado de sonolência sabe o quanto isto é terrível! Sabemos que não podemos cochilar, sabemos que pode ser perigoso sermos pegos pelo sono, no entanto, as pálpebras vão se fechando... Ficamos impacientes, olhamos para o relógio... E de repente... Acordamos envergonhados e assustados! Como os discípulos que não tinham nada para dizer (MC 14: 40).

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES ACERCA DA SONOLÊNCIA
Quando estamos sonolentos, ou reagimos ou acabamos por dormir de fato. Isto significa que precisamos de volição (ato que desperta a vontade!), para permanecermos acordados.
Outro aspecto curioso num estado de sonolência é que nos despertamos, quase que somente, com aquilo que nos interessa... com aquilo que achamos importante e, tão logo este interesse ou este momento passe, o estado sonolento volta com mais vigor.
Mais um fato sobre a sonolência é que num grande número de vezes, temos consciência de que pode ser perigoso permanecer nesta situação, entretanto, é como se não tivéssemos força ou vontade para nos movermos.

FALANDO DE VIGILÂNCIA
Já dissemos que muito pouco se tem ensinado ao povo de Deus acerca do ato de vigiar; e para que abordemos este assunto vamos falar um pouco sobre alguém que conhece bem o assunto: _a sentinela (o "vigia").
Uma das principais atribuições de uma sentinela é guardar algo de valor, é proteger um local que abrigue pessoas, informações ou outros valores... e a melhor maneira de fazer isto é mantendo- se em estado de ALERTA.
Lembro- me de uma ocasião, durante o Serviço Militar, em que o oficial orientador disse que um dos grandes inimigos de uma sentinela é o sono... Disse também, que uma sentinela que se entrega ao sono está abrindo a porta para o inimigo, além de, provavelmente, ser o primeiro a perecer.

Oh meus irmãos, que isto não aconteça conosco!
Se porventura estivermos sonolentos na fé, com aquela sensação de que estamos ouvindo a voz de Deus cada vez mais longe... que possamos reagir! Que atentemos para o alerta feito pelo Senhor: _"Vigiai comigo" !
Que sejamos movidos ainda, a despertarmos aqueles que estão cambaleando, sendo vencidos pelo sono porque "seus olhos estão pesados"!

O QUE É e COMO VIGIAR

Se por um lado o estado de sonolência é uma ameaça à sentinela, o ato de vigiar, é a melhor arma contra a sonolência...
Salomão afirmou: "Um pouco para dormir, um pouco para cochilar, um pouco para encruzar os braços em repouso, assim sobrevirá a tua pobreza como ladrão, e a tua necessidade como um homem armado". (Prov 6: 10-11). A melhor forma de se vigiar é compreender que a vigilância opõe- se à inércia... a vigilância opõe- se à apatia, ao comodismo e à preguiça.
Lembremo- nos de que há grandes valores que estão dentro das igrejas e em cada cristão individualmente que precisam ser guardados, e para que sejam bem guardados precisamos VIGIAR.
No evangelho de Lucas 21: 34- 36, o Senhor Jesus nos ensina a mantermo- nos vigilantes, quando diz: "Acautelai- vos por vós mesmos para que nunca vos suceda que os vossos corações fiquem sobrecarregados com as conseqüências da orgia, da embriaguês e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço. Pois há de sobrevir a todos os que vivem sobre a face da Terra. Vigiai, pois, a todo tempo, orando para que possais escapar de todas estas cosas que têm de suceder, e estar em pé na presença do Filho do homem".
Paulo, escrevendo aos tessalonicenses diz: "Assim, pois, não durmamos como os demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios". (I Tess 5: 6)
O mesmo apóstolo, desta vez escrevendo aos cristãos de Roma, diz: "E digo isto a vós outros que conheceis o tempo que já é hora de vos despertardes do sono, porque a nossa salvação está agora mais perto do que quando no princípio cremos. Vai alta a noite e vem chegando o dia. Deixemos, pois, as obras das trevas, e revistamo- nos das armas da luz. Andemos dignamente, como em pleno dia, não em orgias e bebedices, não em impudicícias e dissoluções, não em contendas e ciúmes; mas revesti- vos do Senhor Jesus Cristo, e nada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências." (Rom 13: 11-14).

LEVANTAI- VOS, VAMOS !
Uma segunda... e ainda uma terceira vez, Jesus os encontrou dormindo... Mas despertaram de vez, quando ouviram o seguinte imperativo: "Levantai- vos, vamos!"... Sem dúvida, este é o melhor modo para permanecer num estado de alerta: levantar- se e caminhar...
Vigiar significa manter- se atento, e em MC 13:37 Jesus diz algo que atravessa o tempo e chega até nós: "VIGIAI !"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pelo seu comentário!
Sua participação dá solidez a esta proposta, no entanto preste atenção:

É EXPRESSAMENTE PROIBIDA A POSTAGEM DE COMENTÁRIOS DISCRIMINATÓRIOS, RACISTAS, QUE OFENDAM A IMAGEM OU A MORAL OU DESRESPEITEM A LEGISLAÇÃO EM VIGOR.

INFORMAMOS QUE O IP DE TODOS AQUELES QUE NÃO RESPEITAREM AS REGRAS DESTE BLOG, ESTÃO DISPONÍVEIS ATRAVÉS DOS SITES DE ESTATÍSTICAS, E SERÃO FORNECIDOS À JUSTIÇA, CASO SEJAM REQUISITADOS POR AUTORIDADE LEGAL.
M. Rocha