Páginas

"Durma com ideias, acorde com atitude!"

Pastor José Pimentel de Carvalho

Vive ainda hoje para glória de Deus, uma vida totalmente dedicada ao serviço do Mestre!

Como remanescentes da geração de Pastores que tiveram contato com os fundadores da Assembléia de Deus no Brasil, Pastor José Pimentel de Carvalho, hoje com 92 anos de idade, completa 63 anos de Ministério, ordenado Pastor em 20 de maio de 1945, na Escola Bíblica da Assembléia de Deus em São Cristóvão - RJ., pelos Pastores Samuel Nyström e Cícero Canuto de Lima.


Com 14 anos de idade, o adolescente José Pimentel de Carvalho, um dos maiores líderes da Assembléia de Deus no Brasil na atualidade, aceitou Jesus como Salvador em Santa Tereza, Valença, Rio de Janeiro, em 1930. Em outubro daquele mesmo ano foi batizado nas águas, na Fazenda Glória. Uma história de vida que confunde-se com a quase totalidade dos 95 anos das Assembléias de Deus no Brasil.

Sua primeira e singular pregação foi ministrada num culto realizado na fazenda, quando 15 pessoas foram batizadas no Espírito Santo. O jovem José, de calça curta e pés descalços começou a ler o Capítulo 25 do Livro de Mateus, pensando em lê-lo e dar por encerrada sua "trêmula pregação". Leu poucos versos e, ao olhar para a porta viu a chegada de diversos homens armados com foices e pedaços de pau, para acabarem com o culto, mandados pelo fazendeiro.

Continuou a leitura e o Espírito Santo começou agir batizando seis jovens que faziam um barulho daqueles como pentecostais antigos. Em seguida outro jovem foi batizado, caiu de joelhos falando em línguas estranhas, quando pegou um banco e sacudiu-o como se quisesse quebrá-lo. Partiu em direção àqueles homens armados, de joelho pelo corredor, falando em línguas e profetizando aos valentões que um a um se retiraram.
Voltaram apenas no dia seguinte, para dizer que os cultos poderiam continuar. No mesmo culto, Deus entregou uma mensagem profética ao jovem José Pimentel: "Meu servo, continue que eu estou contigo". Interpretada pelos presentes como incentivo para continuar a pregação.

Transcorridos longos anos desde aquela experiência, hoje Pastor José Pimentel está "continuando" com vitalidade, forças renovadas, denodo e alegria, a obra do Senhor.
Como remanescentes da geração de Pastores que tiveram contato com os fundadores da Assembléia de Deus no Brasil, Pastor José Pimentel de Carvalho, hoje com 92 anos de idade, por certo tem muitas experiências interessantes vividas nos primórdios da Assembléia de Deus.

Sua proximidade com o saudoso Missionário Daniel Berg proporcionou bela lição, segundo Pastor Pimentel. "Quando alguém se aproximava de Daniel Berg, para falar alguma coisa sobre outra pessoa, ele atalhava a conversa dizendo 'Glória a Jesus, Jesus Cristo Salva, Cura e Batiza no Espírito Santo', e antes que o outro recomeçasse a falar, prosseguia 'como vai sua esposa? Sara minha mulher manda lembranças para ela', desviando-o assim do propósito da conversa, não deixando que seu interlocutor falasse mal de outra pessoa para ele".
Há 46 anos, pastoreando a Igreja em Curitiba, enviado por Deus em 1962, entre suas realizações está a construção do atual templo-central, com 5.710 m²., e a expansão da Igreja paranaense. Ele Também dirigiu o Departamento de Escola Dominical da Casa Publicadora das Assembléia de Deus por alguns anos, contribuindo com as Lições Bíblicas Infantis e com a Revista A Seara. Presidiu também a Mesa Diretora da Convenção Geral Assembléia de Deus no Brasil por 3 vezes e da Convenção do Paraná (CIEADEP) por diversas vezes, sendo atualmente Presidente de Honra da mesma.

Assembleia de Deus no Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pelo seu comentário!
Sua participação dá solidez a esta proposta, no entanto preste atenção:

É EXPRESSAMENTE PROIBIDA A POSTAGEM DE COMENTÁRIOS DISCRIMINATÓRIOS, RACISTAS, QUE OFENDAM A IMAGEM OU A MORAL OU DESRESPEITEM A LEGISLAÇÃO EM VIGOR.

INFORMAMOS QUE O IP DE TODOS AQUELES QUE NÃO RESPEITAREM AS REGRAS DESTE BLOG, ESTÃO DISPONÍVEIS ATRAVÉS DOS SITES DE ESTATÍSTICAS, E SERÃO FORNECIDOS À JUSTIÇA, CASO SEJAM REQUISITADOS POR AUTORIDADE LEGAL.
M. Rocha