Páginas

"Durma com ideias, acorde com atitude!"

Pastor Alfredo Emílio Reikdal




Vive ainda hoje para Glória de Deus, um dos poucos veteranos das Assembleias de Deus no Brasil.

O pastor Alfredo Emílio Reikdal, da igreja Assembléia de Deus do Ipiranga, poderia ser incluído no Guinness Book, o livro dos recordes. Ele está completando 61 anos de ministério. E o que é mais importante: todo esse tempo dedicado exclusivamente a uma única instituição religiosa. “Não existe na história da humanidade nenhum líder político ou religioso que tenha exercido mandato por mais de 60 anos”, garante o pastor e pesquisador Eliézer Cohen, que em 2005 deverá lançar o livro “Como Nada Tendo, mas Possuindo Tudo”, que conta toda a trajetória de Reikdal.

Aos 89 anos, o pastor , de acordo com o historiador Cohen, tem uma longevidade não alcançada por nenhum Papa.A Assembléia de Deus, que ele ajudou a construir na década de 50, tem atualmente 800 congregações entre São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais e
mais de 80 mil membros.

Natural de São José dos Pinhais (PR), Reikdal, já na adolescência, pregrava o evangelho nas ruas e praças de Curitiba, residências e penitenciária. Em 1941 veio para São Paulo e dois anos depois assumia a direção da igreja no Ipiranga, cuja sede provisória era um imóvel na rua Bento Vieira, 53. Na época a igreja já tinha três congregações (Jabaquara, Itatiba e Amador Bueno) e um total de 171 membros. Em razão das dificuldades financeiras, o pastor, que residia na Mooca, vinha a pé ao Ipiranga e Jabaquara, passando pela Vila Prudente.

Em março de 1955 ocorreu a cerimônia de lançamento da pedra fundamental do atual templo. O pastor Alfredo se recorda que iniciou a obra com 50 cruzeiros. Um ano depois estava pronto um salão que serviu de local para os trabalhos religiosos. Naquele tempo surgiram problemas, inclusive com a prefeitura embargando a obra da igreja que hoje faz parte do patrimônio histórico de São Paulo é bastante freqüentada por estudantes de arquitetura e autoridades ligadas à cultura artística.

As primeiras pessoas batizadas foram Josefina e Joaquim Fernandes e Carmem Luiz Ruiz Criston. A cerimônia seguiu um rito semelhante ao batismo de Jesus no rio Jordão, só que no caso de Joaquim e Carmem foram batizados nas águas límpidas e cristalinas do Riacho Ipiranga, na esquina com a rua Mário Vicente. Eliézer Cohen conta que o pastor Alfredo batizou a maioria dos 60 mil membros entre a igreja sede e as 800 congregações.

Assembleia de Deus no Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pelo seu comentário!
Sua participação dá solidez a esta proposta, no entanto preste atenção:

É EXPRESSAMENTE PROIBIDA A POSTAGEM DE COMENTÁRIOS DISCRIMINATÓRIOS, RACISTAS, QUE OFENDAM A IMAGEM OU A MORAL OU DESRESPEITEM A LEGISLAÇÃO EM VIGOR.

INFORMAMOS QUE O IP DE TODOS AQUELES QUE NÃO RESPEITAREM AS REGRAS DESTE BLOG, ESTÃO DISPONÍVEIS ATRAVÉS DOS SITES DE ESTATÍSTICAS, E SERÃO FORNECIDOS À JUSTIÇA, CASO SEJAM REQUISITADOS POR AUTORIDADE LEGAL.
M. Rocha