Páginas

"Durma com ideias, acorde com atitude!"

Uma idéia inusitada despertou a indignação de parte dos fiéis freqüentadores da Paróquia Nossa Senhora das Dores, conhecida como Igreja dos Passarinhos, no bairro Bigorrilho, em Curitiba.

Tudo porque o padre Gabriel Figura idealizou a entrada de “Bela Vista” no interior da igreja para comemorar o Dia de Nossa Senhora das Dores, em 15 de setembro. O problema é que se trata de uma mula de 15 anos, que foi doada em comemoração ao dia da santa, que empresta o nome à paróquia.

No próximo domingo, está prevista uma procissão pelas ruas do bairro, com a participação do animal, que deveria adentrar ao interior da igreja, conduzindo o padre até o altar. No entanto, alguns fiéis se manifestaram contrários à idéia e levaram o caso ao conhecimento da Cúria Metropolitana de Curitiba.

A entidade confirmou que o arcebispo da Diocese de Curitiba, dom Moacir José Vitti, entrou em contato com o padre Gabriel para tentar fazê-lo desistir da idéia da mula entrar na igreja.

Mesmo assim, Figura utiliza a analogia simbólica do eqüino para justificar a iniciativa. “A mula é um animal bíblico que aparece em grandes momentos do cristianismo. Desde antes do nascimento de Cristo, quando Maria foge, até a entrada triunfal de Cristo, em Jerusalém, antes da crucificação, lá está a mula para conduzir os personagens históricos”, explica.

Para o padre, o protesto dos fiéis não tem fundamento religioso. “Disseram que a mula era indigna de entrar na igreja. Mas não sei por que ela seria indigna se o próprio Jesus foi aquecido por um burrinho, ao nascer”, afirma.

Alguns fiéis teriam levantado a possibilidade de o eqüino defecar no interior da igreja. Contudo, o padre afirma ter disponibilizado uma estrutura para atender qualquer imprevisto. “Pensamos previamente em tudo. Teríamos desde o veterinário até uma equipe de limpeza para qualquer incidente”, disse.

O doador da mula, Laertes Lourenço da Silva, confirma que o padre Figura “é um homem da natureza”. Silva conta que preparou um estábulo para a mula, que deve ficar permanentemente nas dependências da paróquia. “Tenho certeza de que o padre Gabriel vai cuidar bem dela, porque ele já possui cavalos na chácara da família dele, em Quitandinha”, diz.

O padre usa as analogias religiosas até para o número de animais que possui. “São 12 cavalos em função dos 12 apóstolos de Cristo e das 12 Tribos de Israel”, explica.

Mesmo com as manifestações contrárias, o padre, que se declara um amante dos animais, não deve desistir da idéia. Ele afirma que, para o Natal, alguns fiéis podem estar convertidos a favor da mula.

Fonte: Paraná Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pelo seu comentário!
Sua participação dá solidez a esta proposta, no entanto preste atenção:

É EXPRESSAMENTE PROIBIDA A POSTAGEM DE COMENTÁRIOS DISCRIMINATÓRIOS, RACISTAS, QUE OFENDAM A IMAGEM OU A MORAL OU DESRESPEITEM A LEGISLAÇÃO EM VIGOR.

INFORMAMOS QUE O IP DE TODOS AQUELES QUE NÃO RESPEITAREM AS REGRAS DESTE BLOG, ESTÃO DISPONÍVEIS ATRAVÉS DOS SITES DE ESTATÍSTICAS, E SERÃO FORNECIDOS À JUSTIÇA, CASO SEJAM REQUISITADOS POR AUTORIDADE LEGAL.
M. Rocha